SITUAÇÃO REPETE COMPOSIÇÃO DA CHAPA

Jornal O Povo
Balneario Camboriu

BALNEÁRIO CAMBORIÚ – Fabrício e seu vice Carlos Humberto continuarão juntos na busca pela reeleição

As Convenções do último sábado (12) confirmaram o que já era esperado. Dentro da velha máxima de que “em time que está ganhando não se mexe” – segundo eles próprios – os atuais administradores de Balneário Camboriú, Fabrício Oliveira (ex-PSB, hoje no PODEMOS) e seu vice Carlos Humberto (PL) acabaram decidindo manter para as eleições de 15 de novembro a mesma chapa vitoriosa nas eleições de 2016. Claro que essa decisão só foi possível após haver a confirmação dos apoios de vários outros partidos que formam a coligação majoritária. Mas, para isso precisam conquistar a preferencia do eleitor balnear que clama sempre por uma maior eficiência da administração Pública.

Fabrício e Carlos Humberto vão repetir a dose

NESTA VIDA NADA É O QUE PARECE

Os partidos de oposição ao atual governo estão se preparando e nestas eleições virão mais fortes para tentar combater o bom combate em igualdade de condições. O MDB já selecionou sua “cabeça” de chapa. É Edson Renato Dias (Piriquito) que já foi prefeito e conhece todos os meandros para tentar voltar ao Palácio da Dinamarca. Piriquito também já escalou o seu vice. Ele é Marcelo Achutti (MDB), mas também poderá ser Jade Martins. Há ainda a possibilidade (segundo alguns entendidos da política de BC) de que (mesmo difícil) venha ocorrer uma aliança com os tucanos para que Auri Pavoni seja o candidato apoiado por Piriquito, que, em contrapartida, teria garantido para 2022 o apoio de Auri para uma candidatura a deputado estadual (ou mesmo a federal). Apesar de todos os anúncios já ocorridos, não está nada certo, mas é uma possibilidade, uma vez que com tantos candidatos quem está no governo sempre levará vantagem sobre os demais. E é isso que emedebistas e tucanos estão calculando para que não venham mais uma vez (como dizem os portugueses) a ficarem no porto a ver navios. Unir para vencer é uma máxima que não pode ser descartada. E isso pode ocorrer nas próximas horas ou dias, ou não! Tudo vai depender de como o “EGO” de cada um funcionar.

Candidato do MDB à sucessão municipal

MAS HÁ AINDA MUITAS VIAS

Outra candidatura já confirmada é a de Ney Clivatti (NOVO), que, em entrevista à Rádio Alô Brasil na primeira semana de setembro confirmou sua disposição de concorrer no pleito de novembro, como uma válvula de escape ao eleitor que, segundo o próprio Ney, está cansado dos mesmos. Durante a live, Clivatti destacou uma série de inovações que, uma vez eleito, pretende implementar na cidade. Ney disse que muito embora a maior parte da campanha deste ano seja feita pelas redes sociais (Facebook e outras plataformas), os embates não deixarão de existir, o que, segundo afirmou, será muito salutar para que o eleitor (que já não é o mesmo de outrora) ouça a todos e se certifique de quem estará à altura de executar o melhor governo para esta cidade, uma das mais importantes do Estado Barriga Verde, reconhecida, inclusive, internacionalmente. Pedro Luiz Navarro Giaquinto (PRTB) deve ser o vice de Clivatti. Há uma quarta via com a candidatura do petista Aristo Manoel Pereira, e uma quinta que está em vias de ser confirmada. Opções é que não faltarão, basta saber se isto é bom ou ruim para destronar o atual prefeito.

Ney Clivatti drante live na Rádio Alô Brasil

PSDB CONFIRMA AURI PAVONI E PIRUKA

Na noite desta quarta-feira 16, (cumprindo todos os protocolos determinados pela justiça eleitoral devido à pandemia do Coronavírus) o PSDB realizou sua convenção municipal para confirmar a candidatura própria de seus postulantes a prefeito e vice-prefeito nas eleições de 15 de novembro. O Partido da Social Democracia Brasileira (Tucanos) oficializou o engenheiro Auri Pavoni como cabeça de chapa, tendo na vice Leonardo Piruka do Partido Progressista, ele que atualmente é vereador do PP.

De acordo com alguns comentários surgidos nos últimos dias, Pavoni era tido como certo que seria vice de Piriquito. Outros comentários, porém, iam em direção contrária, de que Piriquito seria o vice de Auri para uma formatação mais robusta capaz de fazer frente a Fabrício de Oliveira (atual prefeito), que tem a máquina na mão e alguns apoios importantes, podendo se aproveitar disso em sua campanha. Na visão deste comentarista, apesar das chapas já estarem praticamente definidas, nada impede que mais à frente venha ocorrer uma modificação mais adequada na busca por uma vitória. Se isto não ocorrer, e os egos falarem mais alto, em nossa modesta opinião, assim procedendo, eles estariam deixando as melhores chances fugir por entre seus dedos, repassando todas as vantagens para os atuais administradores.

Tucanos definem a dupla Pavoni e Piruka como seus candidatos

Na Convenção do PSDB também foram confirmados os nomes de todos os candidatos do partido que concorrerão à Câmara de Vereadores. Até o momento há apenas duas chapas confirmadas oficialmente. Além da dos tucanos com os progressistas — que ainda deve contar com o apoio dos Democratas, PSL, Republicanos e Solidariedade, a chapa da reeleição formada por Fabrício Oliveira (Podemos) e Carlos Humberto (PL) já havia sido confirmada no sábado. As demais candidaturas devem ser confirmadas nas próximas horas.

RESERVA DE RECURSOS PARA NEGROS

Partidos devem reservar recursos para candidaturas de pessoas negras (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski determinou que a reserva de recursos para candidatos negros seja válida já nas eleições deste ano, previstas para novembro. No pleito serão eleitos prefeitos e vereadores. A decisão de Lewandowski altera a decisão do plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que em agosto havia determinado a aplicação das novas regras somente a partir das eleições de 2022. Portanto, os municípios que compõem a região da AMFRI devem ficar atentos e observar estas novas determinações, pra que não haja complicação mais adiante.